Procedimento não cirúrgico é a nova tendência para correções faciais

A estética do nariz é motivo de preocupação para muita gente. Até pouco tempo, pensar em corrigir defeitos da região era pensar em submeter-se a cirurgias. Porém, muitas pessoas deixam de realizar o procedimento por medo do bisturi. Para a felicidade de quem tem este receio, a rinomodelação é um método não cirúrgico (sem cortes) de corrigir imperfeições.Daniel Dziabas é membro titular da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) e garante que o procedimento é seguro.Resultado de imagem para Daniel Dziabas— A função é mudar algumas características do nariz com a aplicação de um material injetável. É possível corrigir o formato, anormalidades, osso mais elevado em aspecto de corcova, ponta caída ou for sinuoso para esquerda ou direita. É um procedimento não cirúrgico, de rápida recuperação e resultado imediato.Como funciona

Dziabas explica que, na rinomodelação, o preenchimento é feito com ácido hialurônico. Ele ressalta que a substância é segura, reabsorvível e não apresenta potencial de rejeição por estar presente na estrutura normal do organismo. O dermatologista ainda conta que todas as pessoas podem realizar o procedimento, mas, se o paciente tiver uma grande anormalidade, a indicação é realmente cirúrgica — com bisturi.

O pós-procedimento é “tranquilo” e o paciente deixa o hospital no mesmo dia.

— Ele deixa o local com um curativo, que deve permanecer no período de 24 a 48 horas. O paciente pode sentir uma discreta dor ao encostar no local por 2 a 3 dias após a aplicação.